Assine nosso feed.

Diário de Viajem do Manduca Na Roça – Palmas

Postado por xMellx em janeiro 15, 2011 – 16:48

Bom meu povo, meu segundo post de 2011 vai contar a vocês as presepadas que os caras do Manduca Na Roça andaram aprontando por Palmas na semana passada,segundo meus informantes secretos o evento NOISE INVADE promovido pelo senhor Kodó(Mata Burro) foi inesquecivel, com uma boa estrutura de som, gente bonita e descolada doidas pra cairem na roda e claro muitas bandas boas de se pogar. E como meus canos do Manduca Na Roça foram pra essa barca é óbvio que eu não ia deixar de fofocar aqui pra vocês exatamente tudo(ou não) o que rolou por lá..Então, leiam e se divirtam com esse relato assim como eu.

Diário de bordo bonde da desgraça rumo a Tocantins,data estelar 07 de janeiro de 2011,xKaladox(filha da puta de plantão),Almerindo(nojento e canoa de plantão),Pojo(jiujiteiro e cachaceiro de plantão) e Paulo (gay e chato de plantão) indo audaciosamente aonde nenhum de nos já foi antes, tocar em Palmas em Tocantins com o Manduca na Roça.Bom, depois do Almerindo se programar pra comer pão com ovo durante um mês,o Pojo vender sua tela e o tatame e o Paulo convencer sua família com a ajuda do Almerindo, juntamos a grana e o Almerindo(que tava muito afim de tocar no show que o Kodó do Mata Burro ia fazer com umas bandas de Brasília por lá) fechou tudo com ele e compramos as passagens.Tinha outras bandas daqui pra ir mas como não rolou coube a nos representar o grindfast por lá e no dia 7 ás 19:00 ,depois de muita choradeira pro Paulo poder ir o Wood deu uma carona pra gente e embarcamos.A viajem foi cansativa mas nos divertimos bastante encarnando no Almerindo que viu muitos parentes dele nos pastos do caminho  e batendo no Paulo,fora a boa e velha catuaba com ypioca dos caras.Chegamos na cidade com algum atraso e lá estava o Kodo com a camisa do dst,devo dizer que ele era mais bonito no orkut mas depois dessa decepção inicial fomos no carro dele do Paraíso até Palmas (pois descemos antes de Palmas pela passagem ser mais barata)em torno de 30 minutos de distância,quando chegamos no setor que iamos ficar o Kodo falou que tinha mais 35 pessoas lá que vieram de bonde de Brasília contando as 4 bandas, namoradas e amigos,o que fez com que ficássemos um pouco receosos a aonde iriamos nos encaixar ali,mas por obra do acaso nós chegamos, o Kodo deu uma grana pra gente comer e só tivemos tempo de tomar banho(alguns porque outros só tomaram banho aqui em Belém quando voltaram)e sair direto pro local do show de carona no ônibus da galera de Brasília que falou que iam embora depois do show deixando o setor só pra gente e isso depois do Paulo fazer o favor de comer as pedrinhas que estavam em cima da mesa de comida achando que eram amendoins.Chegamos no local do show, o Tendencies Music Bar,local muito stile, espaço a lá hangar com palco,iluminação,som porrada com pa’s,retorno,cabeçotes e batera mapex só o creme e lá de quebra tinha ainda loja de rock e studio de tatuagem muito firme mesmo.Fomos brocar e no caminho do posto devem ter pensado que eramos mendigos pois passaram por nos de carro e jogaram 1 real que foi prontamente utilizado na nossa broca que estava na viajem resumida a skilhos e biscoito. A galera começou a chegar no show e umas 23:00 começa o Mata Burro com seu som crossover mandando umas músicas novas e um set rápido, muito bom o show.Depois sobe a primeira banda de Brasília o Suicídio Coletivo de harcore, destaque pra perfomance do vocal, boa banda,em seguida vai a outra banda de DF o Canibais tocando punk e fazendo um show bom também,ai que veio a merda e subimos no palco,confesso que meu tradicional baixo de uma corda fez sucesso com a galera de lá e depois de queimar a fonte do meu pedal começamos assim mesmo e posso dizer que foi um bom show ,a galera agitou e mandamos bem até a hora que cortei meu dedo pra variar e fiquei fudido, mas deu pra aguentar até o final,descemos e veio uma galera falar bem e perguntar de camisa e cd oque nos deu a impressão de dever cumprido,logo depois rolou o Podrera do DF e confesso que me surpreendeu o som dos caras que era um crossover desgraçado com o vocal fudido muito bom,em seguida entra o The Squintz tambem de DF com seu punk a lá adicts e apesar de enjoar tocando pra porra mandaram bem e pra encerrar o evento com chave de merda, ainda toquei com a Estorvo umas 5 músicas já que estavamos todos lá mesmo só pra marcar presença pros que ainda estavam lá e mandamos bem devo dizer nosso hardcore horrivel.Fim de show muitas fotos ,cansaço, a galera de Brasília foi embora (gente boa os caras das bandas)e voltamos pro setor que o Kodo arrumou, não sem antes parar pra brocar, encarnar no Paulo que deu em cima do negão baterista do Podrera e entrar no carro com o Kodo e sua namorada mais nós 4 e mais 3 ,o que foi bem engraçado pra sentir como o pessoal ia quando eu dava carona depois dos nossos shows.Ao chegar dormimos com os outros broders que vieram de um municipio vizinho, acordamos logo depois e o Kodo foi deixar agente na rodoviária no dia 9 a 12:00,nos despedimos e devo dizer que o cara e os outros broders de Tocantins foram muito gente boa, inclusive o cara do Baba de Mum-ra que ajudou no som.Ficamos lá esperando o bonde chegar, que atrasou pra porra, depois movidos a cachaça o pessoal embarcou e depois de tentar dormir o que não dormimos antes e mais encarnação no Almerindo e mais tapas no Paulo chegamos em Belém satisfeitos,cansados, fedendo, mas felizes pra caralho e se estão se perguntando se valeu a pena a grana que gastamos e tudo mais,eu te digo amigo quando agente faz o que ama tudo vale a pena e mais barcas viram por ai.

História feliz contada por : xKaladox(dono do Hc Stúdio e baixista das bandas Morte Suicida,Estorvo,MNR,100 Dias de Agonia,DST e aquele filha da puta que você ama odiar)

E dia 19/03/2011 CÒLERA(sp)..Aguardem!


Esse post está na categoria “resenhas de shows” e possui 8 comentários até agora.
Se você gostou do texto, pode adicionar nosso Feed RSS.

8 Comentários até agora - Comente »

  1. 1. Til Disse:

    Esses malucos tem que voltar a Palmas. Foi muito do caralho o show deles aqui.

  2. 2. Lucian Disse:

    O baixo de uma corda só,cara como o maluco ai consegue? O baterista toca muito,o vocal é brutal a banda é fodavoltem ai com agente

  3. 3. Jeferson Disse:

    Show enjoado foi o de vcs! ‘hardcore’ fraquinho e sem empolgação. Achei massa o Squintz que deveria ter tocado mais!

  4. 4. xkaladox Disse:

    Nem de bandas do estilo do squits eu gosto fora que eles demoraram pra porra tocando,demoraram pra começar a tocar e ficaram reclamando do som, mas pra quem ta bebado nem liga, prefere bandas posers mesmo,chamar o manduca que toca grind de hardcore só mostra o quanto certas pessoas não sacam de som e ficam dando opinião sobre o que não conhecem ,felizmente teve bem mais pessoas que gostaram e vieram elogiar depois,mas criticas são sempre bem vindas isso quando elas fazem sentido,bem gosto é que nem cú cada um tem o seu,o mais importante é que jesus te ama,bjo.

  5. 5. Moa Disse:

    Estava aqui vasculhando a net e me deparo com esse comentário-pérola do xKaladox e tenho algumas coisas a dizer:

    #Não gostar do som do Squintz: Problema seu.
    #Demorar para começar a tocar: Problemas na fonte de um pedal;
    #Demorar no palco: Reclame com a organização do festival que nos permitiu isso.
    #Sobre reclamar do som: Mentira, invenção da sua parte e babaquice gratuita. Isso não aconteceu, até porque o som estava ótimo!
    #Sobre o papo de ser poser: Paga pra ver falando isso na cara de um dos integrantes da banda.

    Respeito é bom e conserva os dentes meu amigo tirador de onda!

  6. 6. xkaladox Disse:

    eu choro ;*

  7. 7. porquinho Disse:

    melhor ficar calado, xkaladox..

  8. 8. xkaladox Disse:

    O problema é que eu sou gay.

Post um comentário